Freitag, 13. April 2018

BRASIL: Notícias Agrárias

Clicar nos títulos para ver as notícias completa




Aos Sindicatos e Associações de trabalhadores,

Aos apoiadores da luta camponesa,

Aos verdadeiros democratas,

Convite

Nos próximos dias 7 e 8 de abril realizaremos o 2º Encontro Camponês do Sul e Sudeste do Pará, no Centro de Cabanagem, na cidade de Marabá.

Nesse momento de profunda crise política, econômica e moral que vive nosso país em que se ameaça a volta do regime militar, que já se iniciou com a intervenção militar no Rio de Janeiro, com objetivo de tentar conter o inevitável levantamento das massas de nosso povo frente à situação de miséria e toda sorte de mazelas a que é submetida, e assegurar a entrega das riquezas de nosso solo e subsolo ao imperialismo, principalmente aos ianques, aprofundando a subjugação nacional.

Fonte. Resistência Camponesa

PA: Ativista da CPT é preso preventivamente em Anapu
O ativista da Comissão Pastoral da Terra (CPT), José Amaro Lopes de Sousa, foi preso preventivamente pela Polícia Civil em Anapu, sudoeste do Pará, na manhã de 27 de março.

O agente da CPT está sendo investigado pela Polícia Civil de Anapu por uma suposta participação em uma série de crimes, entre eles associação criminosa, ameaça, esbulho possessório, assédio sexual e extorsão. Após a conclusão da investigação caberá ao Ministério Público oferecer denúncia contra o ativista ou requerer o arquivamento do inquérito.

Fonte. AND



Os munduruku realizaram uma ação contra a garimpagem no igarapé Mapari e na aldeia PV, situados dentro da Terra Indígena (TI) Munduruku, no final de março e início de abril.
Os munduruku caminharam cinco horas da aldeia Nova Esperança nas margens do rio das Tropas até o igarapé Mapari, onde se encontra o garimpo ilegal. Os indígenas, com forte participação feminina, exigiram que todos os garimpeiros saíssem do local imediatamente.

Fonte. AND

Dia dos Heróis do Povo Brasileiro: Recordar a vida e a luta dos heróis que pagaram sua cota de sangue

O Dia 9 de Abril é o Dia dos Heróis do Povo Brasileiro. A data foi assim declarada por proposição da Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP) e assumida pelos movimentos populares e democráticos do campo e da cidade.

O dia escolhido é uma homenagem ao grande revolucionário Renato Nathan Gonçalves Pereira, dirigente da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) de Rondônia e Amazônia Ocidental. No dia 9 de abril de 2012, Renato foi covardemente torturado e executado em uma emboscada arquitetada por pistoleiros a serviço do latifúndio, em conluio com as forças policiais do velho Estado burguês-latifundiário.

Fonte. AND

PA: Divulgação de AND durante feira camponesa em Marabá


No dia 10 de março, apoiadores do jornal A Nova Democracia realizaram banquinho de divulgação em Marabá, durante a Feira Camponesa Comunal no Centro de Educação, Pesquisa e Assessoria Sindical e Popular (Cepasp).

Na atividade, uma banquinha do Jornal A Nova Democracia foi montada para a divulgação da imprensa popular e democrática, despertando o interesse tanto dos comerciantes como dos compradores em adquirir seus exemplares.

Fonte. AND

MS: despejo de retomadas em Caarapó é suspenso



Reproduzimos importante manifesto do Comitê de Solidariedade aos Povos Indígenas, enviado por apoiadores regionais, narrando o desenvolvimento da luta do povo Guarani e Kaiowá em Caarapó, MS.
Segunda-feira, dia 9 de abril de 2018. O Estado, através da ordem de despejo contra as retomadas Guapo’y e Jeroky Guasu, prepara seu bote através de amplo contingente da Polícia Federal e Militar para defender o latifúndio e a propriedade privada.

Uma caravana de apoiadores, incluindo entidades de direitos humanos, movimentos populares da cidade e do campo, organizações de solidariedade aos povos indígenas e conselheiros da Aty Guasu e Conselho Terena, reuniram-se com o intuito de atuar como observadores e prestar solidariedade aos guerreiros e guerreiras Guarani e Kaiowá, se organizando para o deslocamento rumo às retomadas em Caarapó.

Fonte. AND

II Encontro dos Camponeses do Sul e Sudeste do Pará




Nos dias 7 e 8 de abril, foi realizado o 2º Encontro Camponês do Sul e Sudeste do Pará realizada em Marabá. A reunião contou com a presença de camponeses de toda a região, comunidades quilombolas, indígenas e atingidos pela mineração, além da Liga dos Camponeses Pobres (LCP), as Brigadas Populares e representantes da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL).

Fonte. Resistência Camponesa




Na manhã do dia 9 de abril,  Tupinambas da região do sul da Bahia utilizaram de pneus e madeira para bloquear trecho da BA-001 que liga as cidades de Ilhéus e Una.
Os indígenas protestam principalmente contra a demora de demarcação de terra, além de reivindicações por melhorias em estradas e avanço nas condições de transporte e saúde para o povo.

Fonte. AND

Polícia Federal no Pará apura suspeita de crime de mando na chacina de Pau D´Arco

Em maio faz 1 ano que 10 trabalhadores rurais foram assassinados por policiais civis e militares na fazenda Santa Lúcia, no sul do estado (Foto: Antonio Carlos/ Repórter Brasil) Após a chacina, boa parte dos assentados retornou à fazenda Santa Lúcia. São cerca de 150 pessoas num acampamento, informou a Liga dos Camponeses Pobres, que dá apoio político e jurídico aos trabalhadores. Vindos em sua maioria dos municípios de Pau D’Arco e Redenção, os camponeses vivem de sua própria produção, que inclui o plantio de feijão, abóbora e milho, principalmente. No acampamento, há cerca de 30 crianças, que estão fora da escola; a mais próxima fica na sede do município, distante 25 km. Para se locomover na região, o principal meio de transporte são as motos de alguns assentados. “Estão aguardando o processo no Incra. O processo está nesse impasse. Sabe como é que é essa burocracia de terra”, comentou Ronaldo de Souza, da Liga.  

Fonte. Amazônia Real